• Como ir bem numa entrevista de emprego: 14 dicas para conseguir a vaga

    25 de Setembro de 2018 • Categoria: Comprometimento Mudança Resultados

    A entrevista de emprego é o momento crucial para conquistar uma vaga. É verdade que o processo de seleção inteiro é importante. Mas não há dúvidas de que a conversa com o recrutador - e com seu potencial novo chefe - é o ponto determinante. 

    Por isso, hoje vamos ver 6 dicas de como se sair bem em uma entrevista de emprego e 8 cuidados que você deve tomar em todo o processo de seleção. E assim, ter mais chances de conquistar o cargo almejado.

    Vamos lá?

    O momento da entrevista é crucial para a contratação. (Imagem: FreePik)

    Primeiro: como fazer um bom currículo?

    O primeiro contato que o recrutador tem com você é através do seu currículo – por isso, caprichar nesse documento é fundamental. É a peça que vai despertar o interesse da empresa em te conhecer melhor. 

    Então, destaco 4 pontos importantes para que seu currículo seja bem feito. Confira.


    Dica 1: objetividade e clareza 

    Hoje em dia, currículos com muitas páginas não são bem vistos pela maioria das equipes de recrutamento. O tamanho ideal é de uma página

    Falar sobre os cursos e treinamentos que você já fez é importante, mas de forma breve - detalhes são dispensáveis aqui. Sobre as experiências profissionais, priorize as mais recentes e destaque só projetos relevantes. 


    Dica 2: boa escrita

    Leia, releia e peça para alguém revisar para você. Erros de gramática ou de digitação acontecem no dia a dia, mas no currículo não devem acontecer. Esse pequeno descuido pode gerar uma impressão errada a seu respeito – falta de atenção ou zelo, por exemplo. 


    Dica 3: sem mentiras

    Parece desnecessário dizer isso, mas infelizmente é comum encontrar pessoas que exageram ou até inventam habilidades e experiências para chamar atenção. Além de totalmente antiético, mentiras são facilmente desvendadas na hora da entrevista


    Dica 4: atenção na entrega do currículo

    Se você for entregá-lo impresso, nada de folha amassada ou com problemas de impressão. Vai mandar por e-mail? Seja breve no corpo da mensagem e utilize seu e-mail profissional, com o seu nome e não com apelidos engraçadinhos, combinado? 

    Lembre-se também de salvar o arquivo do currículo com dados que facilitem o armazenamento do documento no computador, algo como CURRICULO-MARKETING-JOAO.doc, por exemplo. 

     

    Redes sociais: um importante cartão de visita

    É muito comum que o time de seleção faça pesquisas sobre os candidatos na internet, em busca de mais assertividade na análise do perfil e da compatibilidade do potencial funcionário com os valores da empresa. Por isso, é superimportante lembrar que você pode estar sendo observado. Não, não é uma invasão de privacidade – só vão observar aquilo que você permite. O que nos leva à próxima dica. 


    Dica 5:  evite se expor demais

    Especialmente, de formas que podem prejudicar a sua vida profissional. Além de não ser legal em qualquer aspecto da vida, grosserias e comportamentos discriminatórios nas redes sociais prejudicam as chances de encontrar um bom emprego. Isso, porque essas atitudes permitem aos recrutadores a leitura de uma postura ruim.

    Lembre-se que além de capacitação e experiência, as empresas buscam por pessoas que saibam se relacionar bem com os colegas e que tenham sensatez para lidar com divergências. Comentários raivosos por causa de opinião contrária nas redes sociais, infelizmente, estão cada vez mais comuns - e são deslizes que, além de colaborarem com a disseminação da intolerância, prejudicam sua imagem. Não caia nessa

     

    Use as mídias sociais estrategicamente e evite excesso de exposição. (Imagem: FreePik)

     

    Como se vestir para uma entrevista de emprego?

    Nós vivemos em uma era onde a individualidade é valorizada. E que bom! Todos concordamos que é fundamental ter liberdade de ser quem a gente é. Por isso, não se assuste quando digo que é preciso pensar na roupa para uma entrevista de emprego. Você não será julgado pelo que está usando e não vai ter um esquadrão da moda para dizer se a combinação escolhida é tendência ou não. 

    Essa é uma consideração bem simples, na verdade. A roupa que você veste, em uma entrevista, não deve desviar o foco da atração principal: sua competência para o cargo

    É importante entender que recrutador e futuro chefe têm apenas alguns minutos para analisar as pessoas com quem conversam, por isso eles precisam aproveitar todo tipo de informação disponível para tomar uma boa decisão. E a forma como você se apresenta acaba entrando no conjunto da análise. 

    Então, confira as próximas dicas: são 3 regrinhas de vestuário para esse momento específico. 


    Dica 6: escolha cores neutras

    Você já ouviu falar na semiótica das cores? De uma forma bastante resumida, pode-se dizer que é o estudo sobre o efeito das cores em nosso cérebro. 

    Vermelho e amarelo, por exemplo, geralmente despertam o apetite – não é à toa que grandes redes de alimentação usam essa paleta em suas marcas.  Enquanto isso, azul, branco e outros tons mais neutros costumam ser associados à credibilidade, seriedade, organização.

    Por isso, pensar nas cores das roupas que você usará em uma entrevista de emprego não é uma preocupação fútil. É como se você estivesse escolhendo as cores que terão efeito positivo no cérebro do público alvo – no caso, quem te entrevista. Aposte no branco, azul, cinza e até preto


    Dica 7: não desvie o foco

    Você já percebeu que âncoras de telejornais estão sempre com um vestuário discreto? Para homens e mulheres, vale a mesma regra na hora de apresentar o noticiário: roupas que não deixam muito do corpo à mostra, acessórios pequenos e, como vimos, cores neutras. 

    Isso não é uma coincidência. É tudo pensado para que o foco seja a notícia e não a roupa. Mais uma vez, a semiótica aplicada. 

    Para a sua entrevista, pense que o foco precisa ser o seu conhecimento profissional, seu bom humor, sua vontade de trabalhar. Roupas muito chamativas podem desajustar o enfoque de quem está conversando com você. Então, a dica é evitar o risco de que uma estampa, recorte ou acessório roube os holofotes. 


    Dica 8: entenda o perfil da empresa e do cargo

    Roupas de cores neutras e que não desviam o foco são opções que dão certo. Mas, e o estilo? Formal ou descolado? Terno ou calça jeans? A resposta para essa pergunta é mais simples do que a gente pensa. 

    Procure observar como os funcionários da empresa se vestem e qual é o perfil mais adequado para o cargo que você quer ocupar. Não é preciso comprar roupas novas para isso e nem imitar os outros, não se preocupe. Mas, se a empresa tem um perfil e modelo de gestão mais descolado, é melhor evitar terno e gravata, por exemplo. Se for o contrário, deixe a calça jeans de lado. 
     

    Aposte em tons neutros, peças discretas e relacionadas ao perfil da empresa. (Imagem: FreePik)

     

    Como se sair bem numa entrevista de emprego

    Agora, é o momento que a gente mais espera: a conversa. Aqui, destaco as melhores atitudes, aquelas que vão te ajudar a expor sua competência e se sair bem na entrevista.


    Dica 9: ouça atentamente

    Sabe aquela mania de ouvir e já ficar pensando na resposta enquanto a outra pessoa fala? Em uma entrevista de emprego isso pode prejudicá-lo. Ouça com muita atenção o que está sendo dito pelo entrevistador, mantenha o foco na pergunta. Treine seu cérebro para, de fato, ouvir ativamente. Ao prestar verdadeira atenção em um questionamento, é muito mais fácil de respondê-lo corretamente. 


    Dica 10: seja objetivo e claro na resposta

    Importante: ser objetivo não significa ser monossilábico. Por mais que você seja uma pessoa de pouca conversa, responder em tom de continuidade ao assunto é fundamental.

    No entanto, a resposta precisa ser objetiva. Ou seja, atenha-se àquilo que foi perguntado, sem desviar do assunto. E seja claro – para isso, pense um pouquinho antes de falar, construa as frases na sua cabeça e diga-as com calma. Dá certo.  


    Dica 11: haja naturalmente

    Apesar de ser um momento importante, que exige total entrega e atenção, não precisamos ficar nervosos ou amarrados. Sejamos nós mesmos!  Isso é positivo para que o recrutador sinta a sua sinceridade. Para combater o nervosismo, lembre-se de que todos nós somos humanos, não há por que sentir-se intimidado. 


    Dica 12: use o vocabulário adequado

    É preciso ter seriedade nessa hora. Gírias ou palavrões não caem bem nesse breve momento em que as pessoas estarão te analisando. 


    Dica 13: estude a empresa

    Provavelmente, a equipe da entrevista vai perguntar alguma coisa sobre a companhia – é a forma de detectar o nível de interesse que o candidato tem em trabalhar ali. 

    Por isso, informe-se sobre a empresa e o cargo, esteja preparado para mostrar que você conhece a firma pois tem muita vontade de fazer parte dela


    Dica 14: seja honesto

    É o tipo de coisa que serve para a vida toda. Por isso, fale a verdade sobre suas conquistas e habilidades. Entrevista de emprego não tem espaço para mentiras. 

     

    Coloque em prática essas dicas e as chances de você se sair bem aumentam muito! Depois, é só torcer! (Imagem: FreePik)
     

    A entrevista de emprego é um momento crucial. Mas tenha confiança. Se você aplicar essas dicas e acreditar na sua capacidade, as chances do emprego ser seu são altas!
     


     

    Espero que tenha gostado da conversa de hoje e sinta-se à vontade para participar nos comentários. 
    Abraços,
    Marcia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

ANTES DE FAZER UM COMENTÁRIO, VEJA A POLÍTICA DO BLOG

Faça seu comentário.