• Ainda há tempo! Como aproveitar o último trimestre do ano para realizar

    26 de Setembro de 2017 • Categoria: Comprometimento Gestão Mudança Resultados

    Num piscar de olhos, três partes do ano já passaram e estamos chegando no quarto trimestre. E nesse período, é bastante comum que o desejo de postergar fique mais forte. Afinal, o ano já está acabando, certo? Errado. Em três meses dá tempo de fazer muita coisa, e para concretizar aquilo que desejamos é indispensável olhar para o calendário como um copo meio cheio – nesse caso, ¼ cheio – ao invés de pensar na parte que está vazia, que já passou. Por isso, hoje a nossa conversa é sobre como aproveitar o último trimestre do ano para realizar! Vamos lá?
     


     Mesmo no fim do ano é possível realizar e conquistar muita coisa! (Imagem: FreePik)

    Por que fim do ano combina com postergar – e por que isso é ruim
    Inevitavelmente, a virada de ano tem um valor simbólico bem importante. Além de aproveitar o feriado para confraternizar com a família e amigos, acabamos usando a data como um marco para mudanças de vida. Uma espécie de oportunidade, ainda que abstrata, de recomeçar. E é, de fato, fundamental desfrutar dessa sensação de frescor.

    No entanto, justamente por conta desse sentimento de renovação, a tentação de empurrar os objetivos para a virada cresce nos últimos meses do ano. E se não tomarmos cuidado, outubro, novembro e dezembro são regados por uma onda de desculpas para não realizar mais nada. “Ah, deixa para o ano que vem, já estamos quase no fim” – tenho certeza que tal frase é bem familiar para todos nós, não?

    Mas essa conduta é ruim porque perdemos um tempo precioso. Tempo esse que poderia ser investido em realizações - e é brutalmente jogado fora. Deixamos de viver três meses com entusiasmo, aproveitando o presente na busca do que nos faz feliz, para, viver três meses de pensamento no futuro misturado a uma possível frustração. Os dias correm enquanto nós permanecemos imóveis. 

    E para ilustrar o tamanho desse desperdício, pense comigo: se durante 80 anos de vida, passamos os últimos três meses de cada ano empurrando tudo para o próximo, deixamos 240 meses de oportunidades para trás. Isto é: 20 anos foram usados para pensar no futuro ao invés de viver o presente. Dramático, não? E como a matemática tem suas ironias, esse tempo é um quarto de vida – exatamente aquele um quarto de ano que não aproveitamos bem só porque é o último trimestre.

    Então, como usar o último trimestre do ano para realizar?
    Nunca é cedo ou tarde demais para começarmos alguma coisa que vai nos fazer bem. Então, aproveite os últimos três meses do ano para colocar em prática aquilo que você já estava, mesmo que sem querer, jogando para frente. E esse passo a passo pode te ajudar a fazer isso.

    1) Coloque no papel tudo que você gostaria de conquistar: tire da imaginação e concretize, simplesmente pela escrita, aquilo que você tem vontade de realizar. É comprar uma casa? Aumentar a empresa? Quitar uma dívida? Ter um novo emprego? Um novo peso? Independentemente do que é, enumere item por item, sem pensar em ano velho ou ano novo. Com a lista na mão fica mais fácil de visualizar todos os seus desejos.

    2) Visualize-se em janeiro: agora, comece a se imaginar no começo do ano com esses objetivos já concretizados, ou, no caminho para a concretização. Pense em como você vai se sentir melhor ao iniciar o novo calendário já encaminhado, já lutando para que seus projetos se tornem realidade.

    Pense em como seria bacana entrar em janeiro matriculado naquele curso, com aquele projeto profissional estruturado, com novas palavras daquele idioma aprendidas, com alguns quilos a menos, com o pedido de financiamento da sua casa nova em aprovação, com o roteiro daquela viagem em progresso. Certamente a virada vai ter um significado ainda mais saboroso.

    3) Planeje como você poderia começar a fazer tudo hoje mesmo: muito bom imaginar que, no início do ano que vem, você já começou a realizar o que te faz feliz, não? Agora, com esse combustível motivacional na cabeça, é hora de colocar as mãos na massa. Identifique quais passos você precisa dar para que cada item da lista de desejos se torne realidade e comece a caminhar.

    Se é um curso, se matricule – mesmo que ele só comece no ano que vem. Se é um emprego novo, monte seu currículo e acione seus contatos. Quer abrir um negócio? Então inicie pesquisas de mercado, bole seu produto ou serviço, leia sobre o assunto. Quer emagrecer? A próxima refeição é sua oportunidade de escolher melhor. Quer dançar? Aprender uma nova língua? Fazer as pazes com alguém? Seja o que for, pense no que é preciso, bole um plano e execute!

    4) Estabeleça uma meta para o ano novo: mas uma meta diferente. Ao invés de uma lista de coisas para começar a fazer a partir de janeiro, elenque, dessa sua lista de desejos, os itens que você quer ter concretizados até lá e os que você pretende estar executando. 
     

    Com um bom plano em mãos e vontade de executar, três meses são mais úteis do que você imagina! (Imagem: FreePik)

    Por mais simples que sejam, esses quatro passos te ajudam a evitar que três meses perfeitamente úteis escaparem pela janela junto com sua oportunidade de ser mais feliz. É como diz o antigo ditado: não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje - e acredite, a felicidade acompanha essa postura de realização.
     

    Espero que você tenha gostado da nossa conversa de hoje, e fique à vontade para participar.

    Grande abraço,
    Marcia.

     

DEIXE SEU COMENTÁRIO

ANTES DE FAZER UM COMENTÁRIO, VEJA A POLÍTICA DO BLOG

Faça seu comentário.