• O que você perde quando deixa de inovar? Entenda por que a inovação é importante e como buscá-la

    22 de Agosto de 2017 • Categoria: Comprometimento Mudança Resultados

    O que você faria se a sua profissão deixasse de existir em dois anos? Essa pergunta que ouvi em uma reportagem ficou martelando na minha cabeça e me fez refletir sobre a importância da inovação. E apesar de ser uma palavra bastante usada no meio profissional, pergunto: você sabe realmente o que ela significa, por que é importante e como inovar para ir bem nos negócios e na vida como um todo?

    Buscar a inovação é melhorar as práticas e colher resultados bem mais satisfatórios. (Imagem: FreePik)

    O que é, exatamente, a inovação e por que é importante
    Em resumo, posso dizer que a inovação é buscar novas soluções para velhos problemas. E, esmiuçando um pouco mais esse conceito, podemos pensar em inovar como uma forma de olhar ao nosso redor, entender o mundo e enxergar oportunidades de fazer e viver melhor.

    A importância da inovação está na capacidade que ela tem de afetar tudo o que nos cerca: desde os resultados financeiros do negócio até a qualidade de vida fora do trabalho. Isso porque a nossa sociedade enfrenta mudanças muito rapidamente (tecnológicas, políticas, conceituais, de hábitos de consumo e de estilo de vida) e na medida em que deixamos de compreender esses movimentos, perdemos oportunidades de trabalhar melhor, viver melhor e crescer como profissionais e seres humanos. E a consequência dessa perda é ficar obsoleto, para trás.

    Ficar para trás nos negócios significa prejuízo. Na carreira, significa estagnar. No nosso jeito de viver, significa qualidade de vida inferior. E na nossa forma de pensar, deixar de inovar significa deixar de aprender, de abrir a cabeça e de ter mais sabedoria para lidar com todas as questões que nos rodeiam.

    Por isso, inovar é uma busca que precisa fazer parte do nosso dia a dia.

    Inovar é se movimentar. Movimentar-se é crescer e viver melhor! (Imagem: FreePik)

    Então, qual o caminho para a verdadeira inovação?
    Conhecimento. A busca contínua pelo conhecimento é o caminho para visualizarmos as oportunidades de pensar em soluções diferentes e criar algo novo, algo que vai nos trazer excelentes resultados nos negócios e na vida como um todo.

    E quando pensamos em buscar conhecimento, estamos falando não só dos cursos formais. Atitudes simples do dia a dia podem nos ajudar nessa missão. Separei quatro em especial:

    Tente aprender uma coisa nova todos os dias: aproveite a internet para ler reportagens e artigos que agregam e que ensinam alguma coisa, busque por conteúdos úteis e que acrescentam.  Desde como funciona o eclipse solar até o significado de fluxo de caixa, temas variados estão em todo o mundo digital e aprender uma coisinha nova a cada dia, além de um hábito simples, é um ótimo jeito de alimentar a mente. Invista seu tempo em informações construtivas e novas ideias começam a pintar!

    Conviva com pessoas de diferentes idades e formações: e a formação não é só acadêmica. Refiro-me, também, à formação da vida – aquela que se aprende fora de sala da aula e que entrega muita sabedoria. Trocar ideia com pessoas de gerações e conhecimentos diferentes é uma maneira eficiente de diversificar o seu olhar sobre o mundo.

    Medite e exercite-se: quando você pratica essas atividades, conhece mais o seu corpo e a sua força, entende seus limites e percebe o quanto consegue chegar mais longe mental e fisicamente. Esse tipo de conhecimento sobre si mesmo auxilia a pescar as oportunidades que a vida oferece e, assim, inovar.

    Coloque-se no lugar do outro: a empatia, além de uma ótima aliada para a construção de uma comunidade mais justa e feliz, é uma maneira bem interessante de aprender. Quando você se coloca no lugar do outro consegue compreender seus dilemas e ter boas ideias para soluções de problemas – sejam eles simples desejos do consumidor, ou, questões mais complexas que afetam a humanidade.

    Conhecimento traz uma visão afiada para não perder oportunidades e inovar sempre. (Imagem: FreePik)

    Com essas simples atitudes, a inovação deixa de ser um conceito distante e inatingível, e, torna-se um hábito amigável. Você aprende que as mudanças podem ser simples, significativas e trazem excelentes resultados, perde o medo de sair da zona de conforto e cria soluções que melhoram a sua vida profissional e pessoal. Aí, responder àquela pergunta que eu fiz no início do texto é moleza!

    Espero que você tenha gostado da nossa conversa de hoje, e fique à vontade para participar comentando!
    Abraços,
    Marcia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

ANTES DE FAZER UM COMENTÁRIO, VEJA A POLÍTICA DO BLOG

Faça seu comentário.