• Assumir a responsabilidade é o caminho do sucesso

    19 de Abril de 2016 • Categoria: Comprometimento Mudança Resultados

    Provavelmente você já ouviu falar do Ralph Lauren, dono de uma das grifes mais famosas do mundo. O que bastante gente não sabe é que antes de se tornar um estilista bilionário, ele vendia gravatas para ajudar sua humilde família nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, histórias como a dele se repetem. Sérgio Amoroso, por exemplo, era assistente de almoxarifado e já chegou a passar fome antes de ser o fundador de um dos maiores grupos de celulose do país e estar entre os principais milionários brasileiros. Mas, o que esses empresários que começaram do zero têm em comum além da superação? Eu digo que são pessoas que sabem trazer a responsabilidade para si mesmas e fazem bom uso dela. E como a relação entre responsabilidade e sucesso funciona é o que vamos discutir hoje.

     


    Para chegar ao sucesso, assumir responsabilidades é essencial. (Imagem: FreePik)

    Por que trazer a responsabilidade para mim pode mudar a minha vida?

    Porque agir te aproxima do sucesso, e a qualidade da nossa ação é proporcional à responsabilidade que atribuímos a nós mesmos enquanto executores de um projeto. Vou dar um exemplo bastante comum para ilustrar essa relação: dieta. Queremos emagrecer, mas acreditamos que a alimentação bagunçada vem da falta de tempo, do estresse, ou da família que não acompanha o regime. Nos sentimos desmotivados e fadados a inércia porque atribuímos a culpa – e consequentemente o sucesso – aos outros. Só que a partir do momento que reconhecemos que a responsabilidade de uma refeição saudável está totalmente atribuída a nós mesmos, entendemos que a mudança e progresso está ao nosso alcance porque se quisermos, podemos agir. Você não depende do outro, mas, de si próprio. E este sentimento é empoderador: eu quero, eu posso. Eu posso, eu faço!

    Na vida profissional o barco segue o exato mesmo fluxo. O livre arbítrio trabalha a nosso favor, basta saber escolher. Podemos optar por colocar a culpa em tudo, ou, escolher o caminho do fortalecimento, da superação e do autodesenvolvimento para evoluir e alcançar objetivos. Seja para crescer na empresa, entrar para o mundo do empreendedorismo ou permanecer crescendo nele, essa segunda escolha vem bem mais fácil quando assumimos as próprias responsabilidades. As dificuldades existem para todos. O que muda é a postura que cada um tem diante dos desafios.


    Sim, você pode! (Imagem: FreePik)

     

    O sinal de que você joga a responsabilidade para os outros – e como resolver isso!

    Deixar para amanhã, para quando crescer, casar, divorciar, mudar de cidade, de casa, de trabalho. Pois é, a procrastinação é o maior mal e sinal de que você está transferindo a sua responsabilidade para outras pessoas, momentos ou situações. Já diria a velha canção: “quem sabe, faz a hora. Não espera acontecer”. E para fazer a hora, existem dois passos simples que podem ajudar bastante:

    • Faça um pouco por dia: esquematize um calendário e programe uma atividade de cada vez, nem que seja bem simples, mas, que te faça sair do ponto inicial e se aproximar do objetivo. Começar aos poucos é melhor que não começar nunca por medo da complexidade da execução de um projeto. E fazendo aos poucos, se chega ao muito.

    • Não deixe de se auto avaliar: fique atento ao que te afasta do seu objetivo e trabalhe forte nisso. Pode ser uma insegurança, um preconceito ou até um pouco de preguiça, mas independentemente do que seja, existe uma solução. Um exemplo: se o seu sonho é conseguir uma vaga de alta gestão na empresa, mas para isso é necessário falar alemão e você acha que não tem idade para aprender uma nova língua, jogue a insegurança e o preconceito com a própria idade fora, assuma a responsabilidade para si e se aproxime cada vez mais do sucesso.

    Assumir a responsabilidade = sucesso

    É um círculo virtuoso. Assumimos a responsabilidade, então, começamos a agir. Agindo, vamos colhendo pequenos êxitos diários, que nos motivam muito a continuar. Motivados, agimos mais. Trabalhando em cima do objetivo é mais fácil de alcançá-lo e por consequência, obtemos sucesso. E assim sucessivamente para cada projeto.

    Quando puxamos para dentro da gente a responsabilidade das coisas, tomamos controle da nossa vida. Eu diria que com uma pitada de fé, boa vontade, fibra e noção de responsabilidade própria, podemos bater metas, alcançar objetivos e realizar sonhos.

    Obrigada pela leitura e fique à vontade para participar!

    Abraços,

    Marcia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

ANTES DE FAZER UM COMENTÁRIO, VEJA A POLÍTICA DO BLOG

Faça seu comentário.